terça-feira, 12 de abril de 2016

Os Catadores de Conchas

Os Catadores de Conchas
- Rosamunde Pilcher -
 


O grande clássico da literatura mundial, Os Catadores de Conchas, de Rosamunde Pilcher, lançado em 1987 na Europa e, em 1990 pela Bertrand Brasil em nosso país, adquiriu uma nova roupagem. Em homenagem à 30ª edição no Brasil deste belo romance, Rosamunde Pilcher escreveu uma introdução em que conta a história da gênese desta obra.
 
O livro, que retrata uma saga familiar, é um romance de vínculos – de uma geração para a outra; dos pais que continuam vivos; e dos símbolos e legados do passado que vêm a representar o futuro. Trata da busca da identidade no espelho fragmentado de nossa infância e do confronto com a imagem embaçada pelo aflorar das lembranças do passado.
 
O romance é repleto de personagens reais - que poderiam ser pessoas como qualquer um de nós -, e impregnado de valores cotidianos.O leitor é convidado a partilhar da alegria, da tristeza e da magia do livro.
 
Ambientando em Londres e na Cornualha, desde a Segunda Guerra Mundial até os dias de hoje, a autora narra a história da família Keeling, as paixões e desilusões que a mantiveram unida durante três gerações.
 
A família gravita em torno de Penélope, que com seu amor, coragem e senso ético determina o curso de todas as demais vidas do grupo familiar.
Entre os bens que são mais caros à Penélope, encontra-se Os catadores de Conchas, um quadro que seu pai pintou e lhe deixou como lembrança e legado. É esta pintura que simboliza para ela os vínculos entre as gerações – o presente, o passado e o futuro. Mas é justamente o destino desta pintura, que poderá vir a desagregar a família...
 
Escrevendo com grande compaixão pelas fraquezas, desejos e alegrias humanas, a história de Rosamunde Pilcher transborda de emoção.
O mundo por ela criado e descortinado para nós, torna-se um lugar onde nos sentimos a vontade, um lugar ao qual, mal podemos esperar para voltar, um lugar de que jamais nos esqueceremos. Recomendadíssimo!!


Participando do Desafio Literário: Quero Ler Mais Clássicos!





6 comentários:

  1. Olá, tudo bom?
    Esse clássico está na minha lista de leituras futuras, mas, nunca encontro o livro para comprar - e quando encontro o mesmo está muito caro... Mas, a forma como mistura presente, passado e futuro me lembra um pouco o livro O arroz de palma, que é um livro nacional maravilhoso, já leu?
    Parabéns pela resenha!
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Oi, não conhecia esse livro e nem sabia que ele era um clássico, mas ele chamou a minha atenção pelo titulo e vou procurar saber mais sobre ele, e já que esse ano eu me propus a ler mais clássicos, vou tentar encontrá-lo e lê-lo também.
    bjus

    ResponderExcluir
  3. Oi, Fabiana
    Nossa, amo clássicos e todos os livros se passam na Segunda Guerra Mundial e como não ouvi falar ainda desse livro. Adoro a criação de personagens bem reais e com temas assim. Amei a resenha e a dica.

    ResponderExcluir
  4. Oii,
    Eu não sou o maiot fã de clássicos, mas esse me interessou bastante.

    Abraços!
    http://lendocomobiel.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Olá lindona,
    acabei de conhecer o blog. Amei o conteúdo. Voltarei mais vezes.
    Beijos.

    meumundosecreto

    ResponderExcluir
  6. Acabei de conhecer o blog, adorei a sua resenha e a campanha de leitura de clássicos! ^^
    Adorei a resenha e o blog!
    Não deixe de me visitar também: www.generoproibido.blogspot.com.br

    ResponderExcluir